sábado, 31 de maio de 2014

Antero de Quental | Domingos Rebelo

A Antero de Quental e o seu charme... resolvi brincar com manchas e além disso, destacar as pinturas de Domingos Rebelo que se encontram na sala de professores do edifício antigo.  

Tomando um café e admirando o mar abraçando os banhistas, espero amanha faça bom tempo.
Já há um tempo atrás no Café Central

A minha irmã deitada numa cama insuflável entretida no computador.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

«Doodleando»

Numa aula prática.. aproveitei para «rabiscar» pessoas. Apercebi-me, nos últimos tempos, que gosto que os meus desenhos sejam «habitados» por pessoas.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Pescadores de ocasião

O tempo estava bom, mas o peixe não estava para aí virado. Mal chegaram, partiram. De balde vazio.


no auditório no Largo de Camões......

Registos das festas do Santo Cristo

Registos das festas do Santo Cristo




Sobre a perspetiva...
Estes desenhos vão acontecendo em camadas....uns sobre outros, ou sobre anotações.
Mais facilmente consigo desenhar nas aulas de GD, nas práticas, ou naquelas que assisto do que nas de Desenho onde o tempo voa...

quarta-feira, 28 de maio de 2014

terça-feira, 27 de maio de 2014

Doodle...

Na última reunião de departamento foi surgindo o meu Doodle...não é que estivesse distraída, antes pelo contrário...

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres

Saí na manhã para ver os tapetes feitos para a procissão e desenhá-los. Tive enorme dificuldade em representar aquele padrão em perspetiva! No esboço do canto superior direito está o desenho "fiel" do padrão. No desenho em perspetiva fica basicamente e a explosão de cores que queria mostrar. 
Foi um momento bem passado em que, inclusivamente, fiquei a conhecer uma sketcher do grupo USk Portugal. Mundo pequeno, este... ;) 

Festas do Sr. Stº Cristo dos Milagres

Este ano não acompanhei a conceção dos tapetes e de toda a preparação da festa. A cidade de Ponta Delgada transforma-se e veste-se de flores, fica particularmente bonita.

Consegui almoçar no recinto do Coral de São José que, para nós, é um ritual... o recinto estava vazio e o dia solarengo.
Assisti à procissão, não desenhei...mal conseguia ver o andor perante tantos tablets e máquinas fotrográficas... fomos até ao coreto... o meu filhote estava cansado, voltámos para casa. Para o ano há mais!!
O meu pequenote está doente, tive de ir buscá-lo ao Colégio.
Fica tão «quebrado» e frágil..
Enquanto acontece a aula de natação aproveito para ver a vista do São Miguel parque hotel, à esquerda a Igreja Matriz, à direita o torreão do edificio antigo da E.S. Antero de Quental e ao fundo a doca

Novas maneiras de ver livros velhos sem uso

Tenho um livro que foi comprado em Coimbra por 1 euro, comprei só pela capa, porque o conteúdo é em alemão, chama se Goethe, sei que é um grande escritor alemão, espero um dia ler, mas em português, porque não percebo patavina de alemão! Sei que muitos leitores vão se passar, mas também sou leitora, coisa que não gosto ver é livros que só servem para decoração.
Então tive a ideia de dar uma nova vida....................................... desenhar nas páginas, vai ser o meu próximo diário gráfico, e vai ser uma aventura conciliar as formas com o texto.




 
fiz uma experiência...



domingo, 25 de maio de 2014

O dia era de sol. Em vez de trabalhar, fomos desenhar.

no Jardim António Borges

Muitos dos nossos passeios de bicicleta terminam na «pista» do jardim António Borges. Desta vez, o parque infantil estava vazio e o António aproveitou para reivindicar o espaço para si...e eu, claro, sentei-me a ver.
A mão que segura o caderno presta-se ao serviço ingrato, a pose impede-lhe muitos movimentos. Depois, também ajuda no desenho, auxiliando a «ação principal».. .quem se lembra dela??
 a mancha espalhou-se aleatoriamente e a linha, de seguida, configurou....

quinta-feira, 22 de maio de 2014

quarta-feira, 21 de maio de 2014











Sobre a consolidação orçamental...

Os debates televisivos começam a ser redundantes...é pena!!
O meu pequenote parece que está doente...

Em modo "spa"...

Este domingo fui à Poça da Dona Beija, nas Furnas. Sai se de lá com a alma revigorada. O exercício do desenho também o ajuda, a meu ver... Noto que este exercício de observação muito me relaxa. Entra-se num estado de concentração que nos faz aperceber de certos detalhes que de outra forma não tínhamos reparado. E dá-se então o querer arranjar novas soluções para representar o que a natureza nos apresenta.  

terça-feira, 20 de maio de 2014

Identidade...

A coincidência deste desafio é interessante...
Hoje, ao inicio da tarde, dei por mim a olhar para os dedos.  Os meus dedos conversavam comigo... desafiavam-me.
Os meus dedos têm rosto e a minha mão... identidade.


mão esquerda


não me apercebi que a caneca que estava a usar a tinha não era resistente à água. acabou por dar uns tons engraçados.

DESAFIO I

Queridos Sketchers, lanço-vos aqui um desafio:

Desenharmos a nossa mão. A mão que segura o diário gráfico, ou mesmo a mão que desenha. Que sejam mãos delicadas, ou brutas, peludas ou lisas, com unhas grandes, ou pequenas, com rugas e morenas, ou sem rugas e clarinhas. E o diário gráfico deve aparecer? A caneta ou o lápis? E vamos colori-la apenas com uma cor... e muitos tons da mesma cor.


Alinham?
(de 20 de maio a 20 de junho)


Por vezes, ao fim de semana, o tablet tem muito «serviço»...
Mas, felizmente, nem sempre isso acontece!!!

segunda-feira, 19 de maio de 2014